sexta-feira, 12 de agosto de 2011

O FMI em transformação: a resposta à crise!!!

No momento em que a economia mundial mergulhava na pior crise em muitas décadas, o FMI mobilizou-se em diversas frentes para dar apoio aos países membros: ampliou o financiamento, valeu-se de sua experiência internacional para prestar assessoria sobre soluções de política econômica e realizou reformas para modernizar suas operações e melhor responder às necessidades dos países.

Ampliação do crédito para enfrentar a crise. O FMI reagiu rapidamente à crise econômica mundial, assumindo compromissos de financiamento que atingiram o nível recorde de US$ 250 bilhões, inclusive com um forte aumento do crédito concessional às nações mais pobres do mundo.
Análise e assessoria focalizada. Estão em grande demanda as atividades de monitoramento, previsão e a assessoria em política econômica do FMI, que se baseiam em uma perspectiva global e na experiência adquirida em crises anteriores. Esses serviços têm sido amplamente utilizados pelo Grupo dos Vinte (G-20) países industrializados e emergentes.
Mais flexibilidade. O FMI reformulou sua estrutura global de concessão de crédito para melhor adaptá-la às necessidades de cada país e simplificou as condições de seus empréstimos.
Aumento da capacidade de financiamento. O FMI expandiu em mais de US$ 250 bilhões os recursos para financiamento por meio de empréstimos bilaterais e acordos de compra de notas com países membros. Em breve entrarão em vigor os Novos Acordos de Empréstimo (NAB), revistos e ampliados, somando mais de US$ 550 bilhões. No futuro, as quotas do FMI, ou seja, os recursos permanentes da instituição, serão duplicadas, mas isso implicará uma redução correspondente dos NAB.

As lições da crise. O FMI está participando do esforço em curso para extrair lições da crise nas áreas de política econômica, regulação e reforma da arquitetura financeira mundial.
A nova estrutura de concessão de crédito do FMI
Reforma da estrutura de concessão de crédito. No contexto das medidas destinadas a apoiar os países durante a crise econômica mundial, o FMI está reforçando sua capacidade de financiamento, tendo aprovado uma profunda reformulação de seu sistema de concessão de crédito, aumentando o volume de recursos disponíveis e adaptando as condições dos empréstimos às capacidades e circunstâncias de cada país. Mais recentemente, o FMI aprovou novas reformas para melhorar seu desempenho na prevenção de crises, com destaque para as seguintes:
• Duplicação do acesso dos países membros aos recursos do FMI

Nenhum comentário:

Postar um comentário